Ganhar dinheiro ou fazer o que se gosta?

Viver no Brasil deixa a maioria de nós com grande dúvidas: ganhar dinheiro ou fazer o que se gosta?

Vivi muito esse dilema de decidir ser rico ou ser feliz com uma vida digna. Eu estudei bastante para o ENEM e consegui uma vaga na Universidade Federal da Paraíba, no curso de engenharia civil, o mais concorrido da área de exatas. Mas minha grande paixão sempre foi tocar. Comecei com flauta doce, passei pelo violino, baixo e, por fim, guitarra. Também compus algumas músicas.

Entretanto, viver da música em nosso país não dá dindin. E veio a grande crise ser engenheiro ou músico?

Você pode estar vivendo crises da mesma natureza que eu vivi. Pode estar faltando alguma das forças (foco, sonho, parceiros, inglês e recursos), mas uma delas mais forte pode compensar a fraqueza das outras.
Graduar-me em minha paixão pode não me trazer riqueza financeira, mas há grande probabilidade de que eu consiga ter uma vida digna. No pior dos cenários viverei lecionando inglês e/ou violão/guitarra, quando voltar para o Brasil. Há lugar para todos debaixo do sol. Estudei dois semestres de engenharia que foram um tremendo peso e dessabor na minha vida, mas estudar música tem sido minha força e minha alegria. Pense que futuro você deseja para você e decida como viverá.

Um grande abraço, Sérgio Augusto.

Um lugar para tocar na banda da Universidade

Participei de um processo seletivos com várias etapas para tocar na banda da universidade. Pensei que seria impossível, mas não foi. Olha eu aí já tocando para mais de 14.000 estudantes! Por conseguir essa vaga, ganhei bolsa acadêmica total primeiro ano 50%, segundo ano 75% e terceiro ano 100%. Para cobrir o restante dos custos acadêmicos consegui outros tipos de bolsas. Como não é um processo rápido, vou passando para vocês aos poucos por aqui.

Valeu!